beagle filhote

O excepcional cão Beagle

Há alguns registros da existência de um cão muito semelhante ao Beagle contemporâneo na Grécia Antiga. Há, em 433 a. c, registros de uma espécie de cão capacitado para sentir a presença de lebres a centenas de metros de distância.Pulando da Grécia Antiga pra a Inglaterra do século XI também achamos muitas referências a espécies que talvez sejam as origens dos cruzamentos que ocasionariam no cão Beagle que conhecemos nos dias atuais.Duas, especificamente, começaram a ser mescigenadas a fim de averiguar os diferenciais que elas apresentavam: Talbot e Galgos Ingleses. Os cães que começaram a nascer frutos do entrelaçamento destas duas espécies são considerados parentes distantes do cachorro Beagle Moderno.
Apesar de pesquisadores conseguirem traçar a origem da maioria das raças de cachorros atuais, no caso do cachorro Beagle existia um problema nos registros que acabou tornando difícil o serviço. Antigamente, independente da raça de cão, se o cachorro fosse de um tamanho mediano, ele era nomeado como Beagle. Esses documentos datavam especialmente da Inglaterra do século XVIII. Para se desenvolver uma espécie de cachorros para a caça, principalmente de coelhos e lebres, percebe-se nestes documentos desse período variados registros acerca da preocupação em se criar uma espécie predadora. É evidente que pra efetuar esta tarefa o olfato aguçado era crucial.
Pelo que esses registros mais recentes apontam, foi por causa da uma matilha do reverendo Phillip Honeywood, da Inglaterra, no ano de 1830, que se originou uma base pequena para o Beagle atual. Pressupoe-se que os primeiros cachorros com as características da espécie atual começaram a ser enviados para os Estados Unidos após o ano de 1840. Foi por causa dos EUA que o Beagle se tornou mais popular. Apesar de ter-se originado na Inglaterra, se pode pronunciar que os Estados Unidos foi o lugar onde o Beagle teve mais aceitabilidade.

Características do Beagle

Além da sua expressão doce, o Beagle é um cão corajoso, inteligente, bem como meigo e radiante. Apesar do seu porte mais baixo, não se iluda: ele é um cachorro bastante vigoroso. Seus pelos são bastante curtos, resistentes e espessos, e suas orelhas são bem longas que inclinam-se pros lados. O cão Beagle, geralmente, é tricolor e detêm as extremidades de cor branca.
Não há um peso exato pra os Beagles, é preciso, primeiramente, verificar o seu porte e tamanho. O Beagle pesa entre 8 e 14 quilos, e, além disso, mensurar entre 33 e 40 centímetros. Estas informações são da Federação Internacional de Cinofilia.
Os Beagles possuem um impecável faro, o que sugere que ao saírem para uma caminhada, são capazes de sair da visão do seu dono ao sentirem um odor que atraia a sua atenção. Devido a isso é relevante adestrá-los desde pequenos para que possam acatar a seus donos quando necessário.

Temperamento do Beagle

Caso não seja adestrado adequadamente, o cachorro Beagle tem a tendência de ladrar e ganir bastante, fazendo com que seus donos se sintam enlouquecidos, todavia têm uma personalidade divertida e meiga. Entretanto, não se preocupe: o Beagle é completamente fácil de se conviver. Ele adora brincar com crianças.
São habituados a estarem juntos dos demais cachorros, uma vez que a contar da sua origem foram habituados a estar em matilhas, todavia, além do seu temperamento, ele é um cachorro de caça muito eficaz. O Beagle é muito sossegado e se ajusta a todos os tipos de vida, tanto no campo como nas grandes cidades. É um cachorro que tem o hábito de ser bastante malandro.
Deve ser ensinado para se tornar obediente e atender comandos e chamados dos donos, uma vez que tem a tendência de ser teimoso. Por ser birrento e o seu treinamento ser difícil, este cachorro não é conveniente para proprietários sem experiência ou que não possuam pulso firme para ensiná-los da maneira melhor. Certos adestradores indicam que o Beagle é um cão “que não pode ser adestrado”, pois ele efetivamente apenas faz o que deseja.
Mas, ele possui uma personalidade bem equilibrada. Pela sua coragem e astúcia, eles chegam a ser vistos, inclusive, como um cachorro sentinela, mas não são agressivos ou tímidos.

Conheça os benefícios de se comprar um cão da espécie Beagle

– São bastante mansos e amoráveis
– São ótimos com crianças
– São carinhosos
– Se dão bem com o ambiente urbano ou rural
– Possuem uma boa sáude
– São cães tranquilos de cuidar não precisando de tosas incessantes ou escovação todo dia

Pontos fracos

– Possuem a tendência de ser destruidores e dar perdido no proprietário
– São desobedientes e birrentos sendo muitas vezes chamados de “cães que não podem ser adestrados” pelos adestradores
– Possuem tendência à obesidade
– Podem ser barulhentos e um pouco desagradáveis na ocasião em que filhotes
– Embora a sua boa saúde, eles têm uma tendência a alergias e eczemas
– Outro problema menos comum, é o “Beagle Tail”, o qual atinge mais cachorros com a base do rabo grosso. A Beagle Tail ocasiona a inflamação na área do ânus, causada pelo abafamento do lugar em decorrência de uma dobradura entre a cauda e a região do ânus. Pra medicar a “Beagle Tail” é vital o uso de anti-inflamatórios somadas a antibióticos.

Como cuidar de um Beagle

O Beagle é um cachorro que não se esgota facilmente e é por causa disto que necessita fazer exercícios diários para consumir sua energia e para que jamais venha a ser triste ou obeso, uma vez que é uma espécie bastante gananciosa com comida e tem tendência para ficar obeso. A refeição do cão Beagle deve ser balanceada e bem equilibrada.
O banho pode ser oferecido a cada quinzena e, logo após, uma pequena penteada para retirar a pelagem solta, dessa forma você possuirá um cão limpo e muito bem cuidado. Além disso, alguns cuidados básico devem ser tomados com a tosa higiênica, tal como com o aparo das unhas de tempos em tempos.
Agora, o cuidado necessita ser redobrado em relação aos olhos e às orelhas. Se tratando das orelhas – pelo motivo de serem compridas e caídas – a atenção deve ser focada na higiene, porque essa área é muito propícia ao acúmulo de sujeira levando o cachorro a sofrer com doenças como a otite.
Em comparação aos olhos do cachorro Beagle, a atenção deve ser gigante por ser comum a ocorrência da Hiperplasia da Glândula de Harder, também denominada popularmente como terceira pálpebra, enfermidade que, nos cães dessa espécie, desenvolve uma forma de carne esponjosa na região ocular do animal.

Filhotes de Beagle

Para se obter um Beagle, verifique a sua procedência para que não ocorra pequenos contratempos. Filhotes de Beagle são capazes de ser um desafio e tanto! Devido à sua procedência e criação como um cão de caça, ele ainda conserva bastante este instinto, sendo difícil de dominar e de instruir.
Os cães Beagle podem se tornar extraordinários companheiros, fazendo uma excelente parceria com seus proprietários durante 14 anos ou até mais, ainda que ele possa parecer “largadão” ou independente.
O filhote deve ter um aspecto vivo e alegre e deve demonstrar curiosidade e bastante atenção às coisas que se passam ao seu redor, sem sinais de medo ou hostilidade. Para se ter um cão simples de se domesticar, selecione um filhote menos medroso ou atrevido.
O carinho deve ser inevitável, todavia você necessita expor muita firmeza quando necessário. Nunca permita que o seu cão Beagle realize coisas erradas ou brincadeiras em excesso. Mostre a seu cão Beagle quem é que manda! Mas nunca com hostilidade. Pra determinados estudiosos, ensinar qualquer cachorro é difícil, porém o Beagle torna essa prática um tanto mais complicada.

Curiosidades sobre o Beagle

– Você conhece o “Pocket Beagle”? Então, a Rainha Elizabeth I possuía um exemplar dessa raça. Como o próprio nome mostra, eles são Beagles de Bolso. Durante o seu governo, ela criava uma série de exemplares de Beagles em suas dependências, chegando a desenvolver, também, uma variante da raça de tamanho muito nanico, que tinha entre 20 e 23 cm de comprimento.
– No ano de 2013 uma série de ativistas adentrou no Instituto Royal, de São Roque, no interior de São Paulo, para liberar centenas de exemplares da raça que eram mantidos no instituto com o intuito de servirem de cobaias para testes que tinham como foco auxiliar a descobrir remédios e soluções para enfermidades humanas.
– A raça inclusive é dona de um excelente senso olfativo, já havendo sido usada, inclusive, pela polícia norte-americana para exercer a função de cão farejador em aeroportos, buscando contrabandistas de alimentos e drogas.