chihuahua fofo

Saiba sobre o cachorro Chihuahua

Origem e História do maravilhoso cão Chihuahua

A proveniência do Chihuahua é repleta de incerteza. A teoria mais apoiada é que a espécie seja proveniente do Techichi, um espécime muito pequeno que convivia com os Toltecas, cultura anterior aos Astecas mexicanos, entre os anos 900 e 1000. O Techichi era visto em diversas artes rupestres dos mosteiros nessa época. Estes cachorros teriam sido imortalizados pelos povos astecas, sendo reputados como imaculados devido a serem os “guias” dos espíritos pelas “trevas”.
Outra especulação garante que esses cães teriam uma formação muito mais antiga e que sua nacionalidade seria o Oriente, baseando-se na tradição miniaturista dos povos orientais e teoricamente foram levados para o continente americano nas embarcações que praticavam negócios com os asiáticos.
O único consenso diz respeito à nomenclatura desta espécie: Estes espécimes eram adquiridos em mercados que eram estabelecidos em um estado mexicano intitulado como “Chihuahua”. O primeiro exemplar foi legitimado legalmente no princípio do século XX, sendo aceito então no AKC (American Kennel Club).

Características do Chihuahua

O Chihuahua é um espécime de orelhas grandes, inclusive assimétricas para o comprimento do seu corpo, que é pequeno, mais alongado do que alto. A sua cauda é arqueada sobre o lombo. Esse cachorro poderá ser encontrado em colorações como o fulvo claro, areia, pardo e prateado. Chihuahua é capaz de ser monocromático ou pintado e apresenta duas variações de pelo, a afinada e a prolongada, tal como a ondeada, o que é inusual.
A pele desta raça é lisa e sedosa e as fêmeas habitualmente são um pouco mais peludas e maiores. Os fãs dos Chihuahuas adoram eles com um pelo parcialmente fascinante, isto é, quanto mais excêntrico, ideal. Este espécime abrange os mais diferentes modelos de colorações. Porém, normalmente encontramos o Chihuahua na cor rubi escurecido.
Devido a sua sensibilidade, determinada pelo seu pequenino tamanho e estrutura física, eles são bem frágeis, ainda mais na ocasião em que são crias. Possuem de 15 a 22 centímetros, seja para o macho ou para a fêmea. Independentemente do seu comprimento, é semelhante a um Dobermann e inclusive com um Aidi, que são capazes de pesar até quarenta vezes a mais do que o Chihuahua.

O gênio da raça Chihuahua

Essa espécie pode se unir, pessoalmente, a seu dono, sendo tido como um animal de apenas um dono. Ele é discreto com desconhecidos, mas frequentemente se dá bem com outros cachorros e animais de estimação. Devido ao seu tamanho, eles vão querer proteger o seu dono, mas não serão muito eficientes. Determinados podem ser destemidos, e outros mais acanhados. Contudo, na totalidade dos cachorros somos capazes de notar que ele é um cachorro muito impulsivo.
Bem feliz, muito atento, bem ágil e bem veloz. Por almejar tornar a ser um exímio cão de guarda, ele encontra-se a todo momento em atenção. Valente, o cão da raça Chihuahua pode desafiar a espécimes maiores. Ama seu dono, porém não morre de amores por ninguém que não esteja em seu convívio diário. Se suspeitar de algo, ele irá ladrar até conseguir chamar a atenção para ele mesmo.
Se você quiser possuir um cão dócil, fique bastante atento nessa orientação: você deve ser o exemplo. Este espécime se espelha muito em seu proprietário. Se você tem crianças pequenas em casa, é muito melhor pensar duas vezes antes de obter um Chihuahua. Esta raça não é muito tolerante com crianças bem pequeninas, sendo recomendável que você só o compre se tiver pessoas maduras entre seus familiares.

Privilégios de ter um pet Chihuahua

Essa raça é bastante dócil e flexível, sem contar a sua grande inteligência. O seu comprimento o torna um cão adaptável em muitos ambientes, incluindo edifícios, mansões e chácaras.
Em razão de sua resistência, ele não é fácil de ser amestrado, entretanto esta tarefa não é de fato impossível. A vantagem dos Chihuahuas em relação aos outros espécimes é que, devido a sua perspicácia, podem ser adestrados por todo modelo de adestramento. Quanto antes você sociabilizá-los com outros cães e gente estranha, mais calma vai ser a adaptação deles.
É uma formidável espécie de cachorro para edifícios ou até condomínios, já que a maior parcela de suas necessidades básicas podem ser realizadas dentro do lar, com brincadeiras ou sessões de passatempos. Em contrapartida, eles adoram, como as outras raças, de exercer passeios diários pela rua com seus proprietários.

Problemas usuais do Chihuahua

Você precisa estar sempre atento a nutrição de seus cães, porque os Chihuahuas têm necessidade de vários cuidados, principalmente pelo fato destes cachorros serem onívoros. Embora jamais exceda na porção! O essencial é qualidade. Você é do tipo que não se importa em nutrir o seu cachorro com chocolate ou qualquer tipo de doce? Pois é melhor você mudar esta prática. O chocolate é danoso para todos os cães, e com os Chihuahuas é exclusividade. A absorção destas substâncias no organismo dessa raça é capaz de ocasionar diversos problemas, levando, também, seu cachorro à morte.
Os cachorros que possuam obesidade, frequentemente têm distúrbios de ligamentos, bronquite e uma vida mais encurtada.
Ao adquirir um Chihuahua, verifique seu estado de saúde antes de fechar a aquisição, porque, certas vezes, eles podem estar subnutridos ou muito anêmicos. Os cachorros extremamente pequenos dessa raça, os mais adorados por todo mundo, geralmente são mais sensíveis que os outros espécimes. É significativo, com o intuito de se ter um cão saudável, toda vez o alimentar com sua ração só, que tem que ser apropriada ao comprimento e suas carências.
Essa espécie, contudo, é bastante assustada, invejosa e, em certas ocasiões, muito ameaçadora.

Cuidados da Raça Chihuahua

Por ser um cachorro muito irritado, não se espante se você pegar ele correndo por todos os cantos de sua residência. Leve-o para um passeio em família, apreciando o ambiente e deixando-o ir até um arbusto e mínimas parcelas de gramados. O Chihuahua não é um cachorro para viver do lado de fora. Condições mais geladas não são convenientes para esta raça. Os cuidados com a pelagem são ínfimos. Para tratar do pelo, é necessário somente escová-lo duas ou três vezes semanalmente.
Um Chihuahua necessita de bastante atenção. Se você se manter afastado por muito tempo, ele é capaz de ficar bastante triste até que você regresse, pois eles se apegam com demasiada intensidade.
Use um peitoral no lugar de uma corrente, para defender a garganta de seu cachorro sempre que ele caminha. Sem falar que esse peitoral defenderá o Chihuahua de um Colapso na traquéia.
Alimente-o com ração com bastante carne. Para uma nutrição mais eficiente, certifique-se que o alimento possua, ao menos, trinta por cento de proteína e vinte por cento de gordura. Fibras carecem de ser 4% ou menos.

Os Filhotes do pet Chihuahua

Ainda que os filhotes sejam pequenininhos, há muita energia de sobra para eles. Ainda assim, devem ser tomados cuidados especiais para que nos primeiros meses de existência ele não seja sofredor de quedas que sejam capazes de lesar seus ossos ainda se desenvolvendo.
Crias de Chihuahuas não são aconselhados para viver com a criançada. Mas, caso opte por adquirir um, dobre as suas atenções e nunca deixe uma criança sozinha com um Chihuahua.
Todavia os filhotes sempre lidam bem com outros animais de estimação, ainda brincando e correndo junto com eles. É somente preciso cuidar para que não haja uma desigualdade de tamanho expressiva entre os integrantes da diversão, impedindo dessa forma qualquer tipo de ocorrência. Banhos somente precisam de ser oferecidos depois da última porção de vacina, aos 4 ou cinco meses.
Para comprar um cachorro sadio, nunca escolha um filhotinho de um tratador inconsequente ou em um comércio de animais sem proveniência. Opte por um criador estimado que teste seus cachorros reprodutores para se certificar que os espécimes estão livres de doenças genéticas que são capazes de ser transmitidas aos filhotes.

Curiosidades acerca do Chihuahua

– Essa espécie tem uma existência mais longínqua, tendo potencial de resistir mais tempo em comparação as outras espécies. E o porte pode interferir, pois o grande Dog Alemão costuma ter uma vida menos longínqua e o pequeno Chihuahua pode superar os 20 anos. Além do mais, é uma raça que não pode ter distúrbios graves de saúde. A grande celebridade dos Estados Unidos, Marilyn Monroe, apreciava essa espécie. Ela possuía vários animais domésticos: um gato, um pássaro, um cavalo e inúmeros cachorros, incluindo uma Chihuahua de nome Josepha.