racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - Tudo que você precisa entender a respeito do  Chow Chow

Tudo que você precisa entender a respeito do Chow Chow

Origem e História do lindo pet Chow Chow

Diversas raças de cachorros foram criadas pelo homem com o decorrer dos tempos, porém o Chow Chow foi um dos poucos que preservou muitas de suas características desde sua procedência. Existem informes de esculturas do cachorro de mais de 4.000 anos e em registros escritos a partir do período de 11.000 antes de Cristo.
Inúmeros pensam, imprecisamente, que a sua formação se deu na China, todavia, de fato, desenrolou-se na Mongólia. Isso se deve por causa da natureza desse cão, que se apresenta igual às peculiaridades das tribos dos mongóis.
Os chineses introduziram essa raça em um período onde a China estava sendo conquistada a todo o tempo. E eles eram chamados de cães de batalha, constantemente sendo representados como cães de aspecto leonino, vigorosos e também muito fortes. Afirma-se que a escuridão da cavidade bucal que o Chow Chow possui, é de fato uma proteção contra os seres malígnos.

Características Físicas do Chow Chow

Sua robusteza, honorabilidade, fidelidade e firmeza se ressaltam como suas características marcantes, porém seu jeito discreto também merece destaque. É ágil e harmônico em seu conjunto. Cada vez que você fala em Chow Chow, a primeira figura que chega à tona é a sua bela língua azulada.
Para os cachorros da cor creme, o focinho com uma cor mais clara é assentida, seu crânio é bem comprido, e seu stop não é muito protuberante.
Os olhos são negros, pequeninos, de molde oval. Há também os espécimes com a coloração da pelagem semelhante a seus olhos, por exemplo: fulvos e azuis. As orelhas são pequeninas, espessas e distanciadas. O peito é largo e profundo, o dorso é curto, retilíneo, forte e a cauda alta, muito dobrada, apoiada na anca.
A pelagem do Chow Chow é vasta, densa, e pode ser lisa ou rígida, sensível ao contato, com subpelo sedoso. Sua cor varia, sendo possível muitas nuances: preto monocromático, vermelho, azulado, marrom ou branco, com tonalidades, entretanto sem qualquer mancha; acima do rabo e posterior a sua coxa, a pigmentação é, habitualmente, muito clara.

O gênio da raça Chow Chow

Na maioria das raças, o Chow Chow possui uma personalidade bem estável e carinhosa, porém, simultaneamente, possui um excelente impulso de caçador, assiste seu dono com fervor, sendo completamente fiel a ele. Ele, apesar de manso e tranquilo, pode chegar a ser agressivo com gente estranha a seu relacionamento diário.
A fim de evitar todo tipo de embaraço no que tange às visitas, você tem que começar a socializá-los desde pequeno com pessoas desconhecidas e outros cães. Caso você seja inexperiente e não possui pulso firme, é ideal não possuir este espécime, porque ela é muito resistente e dominadora. Quanto mais cedo você começar a educá-lo, mais você possuirá sucesso em treiná-lo e deixá-lo mais educado. Depois de adulto, o Chow Chow também é capaz de mostrar-se hostil com outros cachorros, especialmente os que têm o mesmo sexo.
Por não possuir um porte avantajado e não necessitar de tanto exercício, o Chow Chow é considerado um excelente cachorro para apartamento, mesmo assim, tem que despender sua energia como qualquer outro cão, e neste caso, passeios periódicos de coleira são recomendados para que não fiquem destrutivos.

A Superioridade da raça Chow Chow

Podemos falar que, de fato, são os Chow Chow que acolhem os seus donos e não o oposto. Com pessoas desconhecidas, procedem de maneira ainda mais fechada. Por sua proveniência como cão de guarda, o Chow Chow manteve sua personalidade territorialista e como raramente ladra, na ocasião em que isto acontece é um sinal de que há razões bastante fortes para uma checagem.
Sua constituição física e a pelagem vasta não recomenda exercícios em excesso especialmente durante os períodos mais quentes do dia. Caso sejam muito exigidos, a cor da língua vai atenuando-se, o que é um sinal claro de que devem relaxar.
Mesmo que sua pelagem seja extensa, eles são uma espécie que não tem incômodos com queda de pelo. Porém, essa espécie deve ser penteada todos os dias. Outra atenção fundamental é com relação aos banhos, que não têm que ser concedidos em demasia para não lesar a oleosidade inerente da pele.

Problemas usuais do Chow Chow

Uma enfermidade que afeta a vários Chow Chow é a Entropia, que é descrita como uma irritação em seus olhos. Tal estado é provocada por uma anomalia na pálpebra. Por este motivo, o dono tem que higienizar com frequência a área. Outras enfermidades são capazes de afetar o Chow Chow, como a displasia da bacia, luxação no joelho e a catarata.
Além dos cuidados usuais com a exposição dos cachorros ao calor, os Chows são especialmente frágeis a alguns distúrbios como problemas na pele e problemas hormonais.
Procure um bom horário para caminhar com seu Chow Chow para que ele não fique estressado e fique mais amável e mais tranquilo, todavia não pense que será fácil: eles não permanecem serenos sempre que estão em uma coleira.

Atividades e perfil psicológico da raça Chow Chow

É preciso adestrar o seu cão, mas compreenda que será essencial bastante tolerância, entendimento e amor, mas não deixe de fora a sua firmeza.
Com a pelagem alisada, é necessário pentear uma vez por semana; embora o pelo mais duro deve ser escovado de dois em dois dias.
Penteie os pelos do seu companheiro canino com um pente leve para retirar a pele áspera e evitar nós posteriores. Se tiver nós, desfaça-os com os dedos antes de desfazê-los com o pente, com o objetivo de não machucar o cão. E banhe-os mensalmente.
O Chow Chow é capaz de residir dentro da casa e descansar no piso, seja da cozinha ou em um local que ele considere agradável. O exercício faz-se útil frequentemente.
Toda a nutrição do seu cachorro necessita de ser efetuada com muito equilíbrio, integrando proteínas, hidratos, gorduras, mineirais e vitaminas. A melhor escolha é uma ração de boa qualidade. Lembre-se de constantemente deixar uma tigela com comida e outra com água, constantemente ao alcance do seu animal doméstico.

Os Filhotes do Chow Chow

Na seleção dos filhotinhos, é necessário recordar que, na ocasião em que os filhotes de Chow Chow nascem, têm a língua apenas rósea, que vai negrejando gradualmente até que se torna completamente “preto-azulada” quando eles têm oito semanas de vida.
Embora eles consigam ser incríveis cachorros de acompanhamento, não vão poder ser expostos e nem deverão ser usados para criação, visto que essa é uma falta que o desprestigiaria.
Por suas características de comportamento, os filhotinhos precisam ter aulas de obediência desde bem novo. Os filhotinhos não são precisamente destruidores ou arteiros, o que é capaz de iludir os donos quanto à necessidade do treino para disciplina.
Até os 6 meses de vida, os filhotinhos têm que ser alimentados de 4 a 5 vezes ao dia. Com o transcorrer do tempo, uma refeição diária na parte da manhã e no fim de tarde já é o bastante.

Curiosidades a cerca do Chow Chow

Não se pode afirmar exatamente o passado do Chow Chow. O que se compreende a respeito disso é: sua origem é de origem chinesa e possivelmente são provindos do Mastim Tibetano.
– A raça é chinesa, entretanto Chow Chow não é uma nomenclatura da China. É um vocábulo proveniente do inglês vulgar com o objetivo de se aludir aos enfeites e às importações da Ásia. Na China, a raça é apelidada de Songshi Quan, que significa “cão leão empolado” na nossa língua.
– Somos capazes de analisar a origem do Chow Chow, percebendo sua língua. Se for mais puxado para a coloração rosa, não é uma raça autêntica.
Além disto, é necessário fazer a tosagem constantemente a fim de que os pelos não fiquem entrando nos olhos do cachorro e prejudicando sua visão.
O Chow Chow não sabe nadar – Muitas pessoas julgam que todo cão é capaz de nadar, entretanto certas raças não sabem nadar muito bem. O Chow Chow possui vários pelos que, quando acham-se encharcados, tornam o cão mais pesado e complicam sua performance na água.