O Pet Poodle

O Poodle Grande é o mais antigo de todas as modificações;
O Poodle Toy foi desenvolvido no século XVIII em terras inglesas;
Ele se encontra em 2º, somente atrás do Border Collie, na lista desenvolvida por Stanley Coren, que categoriza raças de cães por inteligência;
A imagem tradicional do Poodle, com o pelo encaracolado ou cacheado, é a primeira que vem à memória toda vez que pensamos neles. O que poucos sabem é que o Poodle também pode ter o pelo encordoado, similar aos cachorros da espécie Komondor e Puli. Bem como em seus companheiros caninos húngaros, a pelagem encordoada no Poodle se desenvolve progressivamente com o transcorrer do tempo e para conservá-la, o dono necessita possuir uma ótima parcela de tempo e paciência;
O artista Jeff Koons já recriou vários Poodles em suas obras, como um feito de aço que conta com a forma de um cão feito com balão e uma escultura idêntica de um Poodle;
A palavra “Poodle” tem origem na palavra pfudel, que no idioma alemão quer dizer “poça”;
Também chamado de Caniche, presume-se que deva seu nome ao termo “canichon”, que designava outrora tanto um pequenino pato quanto o cachorro que o perseguia;
Diferente dos outros cães, o Poodle possui uma pelagem que se assemelha ao cabelo humano. O pelo dos cachorros cresce apenas até determinado ponto, depois se desprendendo do corpo. Já o do Poodle continua a crescer;
Uma das razões que o Poodle tem sido misturado com outras espécies, criando o que conhecemos hoje como Designer Breeds (Labradoodle, Cockapoo, Goldendoodle, etc), se dá em razão de seu pelo e na busca de criar um cachorro hipoalergênico (o que não existe em sua totalidade);
Em 1787, o Poodle ganhou de Beethoven a composição intitulada “Elegia à Morte de um Poodle”;
Entre os Poodles mais renomados da sociedade humana, estão os dançarinos das festas nos grandes salões promovidas pela aristocracia europeia no século XVI;
Taffy Gayle, um Poodle que residia no Alabama, Estados Unidos, viveu até os vinte e sete anos;
Cachorros que pareciam com o Poodle estavam presentes em moedas na Roma Antiga.

O Lindo Cachorro Poodle na História

Por vários séculos, o Poodle e o Barbet eram a mesma raça. Este cachorro era usado como caçador de aves selvagens e protetor de cabras e ovelhas. A partir do século XVI, começou a se diferenciar aos poucos esses cães. Alguns permaneceram caçadores ou guardiões, mas outros passaram por transformações.
Ainda que a origem do Poodle não seja conhecida verdadeiramente, afirma-se que a espécie despontou em solo francês e o povo francês abraça essa opinião com enorme diligência. Mesmo com isto, há mais uma outra sequência de possibilidades relacionadas à gênese da raça. À medida que os franceses reconhecem que o nascimento ocorreu na França, alemães dizem que a espécie é decorrente de ambientes nórdicos e árticos. Já outros estudiosos ainda declaram que o Poodle apareceu no norte da Itália, mais precisamente na região de Piemonte.
A hipótese da proveniência francesa existe, justamente, em função dos cães Barbet, que são de origem francesa e eram encontrados com uma certa frequência em exposições especiais de beleza dos cães. Essa raça poderia ter, ao longo dos dias, se tornado no Poodle, que preservou o instinto para a caça entre as suas primordiais características recebidas dos Barbet.

Aspectos Físicos do Cão da Raça Poodle

caracteristicas-poodle O Poodle é fisicamente bem constituído e formoso que se diferencia pela tosa a qual o diferencia de qualquer outro espécime. De linhas harmônicas, o Poodle está sempre vigilante e dinâmico.
A cabeça do Poodle é equilibrado ao tronco, o focinho é de coloração escura nos exemplares pretos, brancos ou cinzas. Nos exemplares pardos, o focinho também é pardo, e de coloração parda ou preta nos cães abricós e fulvo tons de vermelho. Os olhos têm formato amendoado e apresentam cor castanha, âmbar escuro, ou preta. As orelhas são alongadas, circulares na borda, inclinadas ao longo da face. A cauda é de inclusão muito alta, no nível da linha superior.
A pelagem do Poodle pode ser de duas formas, cacheada ou encordoada. A do modelo cacheada, também conhecida como crespa, é ampla, de textura fina, lanosa, elástica e resistente à pressão das mãos. Já a pluralidade do padrão encordoado também é ampla, de consistência fina, lanosa e fechada. A pelagem possui apenas uma coloração e pode ser preta, branca, castanho, cinza, abricó ou também fulvo avermelhado.

O gênio da raça Poodle

O Poodle é um cachorro profundamente sagaz. De acordo com Stanley Coren, autor da publicação a “A Inteligência dos Cães”, a raça está no segundo lugar no ranking de obediência para o trabalho, atrás apenas do Border Collie. Isto revela porque a maioria dos cães de shows e circos pertencem à raça, uma vez que são cães que aprendem bem rápido e fixam de forma bastante consistente os ensinamentos aprendidos.
Contudo, não foi só a esperteza que levou o Poodle a obter destaque como cão de companhia. Seu temperamento brincalhão, divertido e afetuoso fizeram com que se tornasse praticamente um paradigma.
Apesar de todas as vantagens da raça, a baixa qualidade da criação fez com que muitos cães manifestassem distúrbios comportamentais, traços de hostilidade contra o próprio dono e pessoas desconhecidas. Muitos se tornam desobedientes, birrentos, tremendamente possessivos com objetos e latem profundamente. De acordo com diversos produtores, a grande parte dos problemas de temperamento atinge especialmente os cães dos tamanhos Toy e Micro, que são mais fáceis de vender.
Além dos cuidados com relação à origem do cão, é fundamental salientar a função do proprietário na educação do cachorro: por ser sagaz, o Poodle pode assimilar que ao realizar comportamentos dominantes acaba conseguindo o que quer. E é aí que o proprietário, procurando agradar o cão, agrava os desvios de comportamento.

Benefícios de Ter um Cachorro Poodle

Muito carinhoso e sociável, o Poodle é uma das espécies mais famosas do Brasil e uma das mais requisitadas no planeta, mantendo sua posição de queridinho por causa da sua boa índole. O Poodle é uma raça aconselhada tanto aos casais, quanto para famílias com crianças.
Com uma lealdade e fidelidade interminável com os seus tutores, o Poodle ama satisfazê-los, ele se habitua facilmente em qualquer ambiente, em particular à vida urbana. Eles em geral se dão bem com outros cachorros, felinos e pessoas desconhecidas. Gosta de ser o centro das atenções.
Eles detêm uma capacidade incrível para comportamentos e truques que envolvem o cérebro e rapidez. Seu amor por divertimentos e sua inteligência abrem uma gama de possibilidades para serem oferecidas para este cachorro ativo que adora novos ensinamentos. Ele se dá muito bem em esportes caninos, como agility e obediência, bem como adora jogos que trabalhem sua capacidade intelectual. Apesar do Poodle Toy ser anatomicamente mais frágil e necessitar de ligeiramente mais de cuidado no momento das diversões, Poodles maiores carecem de muito exercício para serem contentes e são muito fortes.
Bastante adestráveis e com formidável memória, o que em outros tempos os levaram a trabalhar em picadeiros circenses, este cachorro esperto precisa ser ensinado com doçura, contudo, apesar disso com disciplina, pois toda esta inteligência é capaz de ser traduzida também em teimosia.
Eles normalmente são cahorros maravilhosos de terapia. Sua natureza empática e alegria ao envolver-se com pessoas, torna os Poodles perfeitos para visitar lares de idosos, hospitais e escolas.

Enfermidades comuns do Poodle

Existem determinados problemas de saúde graves que são capazes de atingir os Poodles como enfermidade de Addison, Hipertireoidismo e Hipotireoidismo, colapso traqueal, epilepsia, enfermidade renal juvenil, displasia da anca e câncer.
Os cães dessa raça podem também ser suscetíveis a certos problemas de saúde menos graves, como por exemplo, infecção de ouvido, que pode ser diminuída por uma higienização usual da área.
O ideal é assegurar ao cachorro uma alimentação sadia, ofertando para ele ração Premium, que contém todas os nutrientes que ele necessita. Dessa maneira, o cachorro sem dúvida irá viver muito mais e com maior qualidade. A expectativa de idade do Poodle alterna de 12 a 15 anos e se for bem cuidado poderá viver por muito mais tempo.

Como Cuidar de um Poodle

como-cuidar-poodle A tosa é um ponto essencial para os donos de Poodles. A pelagem leve e encaracolada que funcionava bem quando o Poodle passava a grande maioria de seu tempo na água caçando, tem necessidade de ser tosada regularmente, geralmente a cada 6 a 8 semanas, dependendo das predileções do dono. Ela forma nós muito fácil e requer escovação regular e diária em sua residência. Se deixada sem ser cortada, a pelagem irá enrolar naturalmente em cordas, em estilo dreadlock.
O cuidado com a higiene bucal é fundamental, principalmente para Toys e Poodles Médios e Anões. Asseie os dentes todos os dias com creme dental específico para cães e aprovados por especialistas.
O Poodle é um pouco egoísta e precisa ser ativo na vida de seus donos. Se tiver que ficar em casa desacompanhado por horas e continuar solitário na ocasião em que seu dono chegar do trabalho, será um cachorro triste.
Sociabilizar cães dessa raça é importante desde o início. O Poodle é muito carinhoso com os donos e pode ser bastante retraído e desagradável com pessoas novas. É um cão que está bem adaptado à vida na cidade.

Os Filhotes do Poodle

O filhote desde cedo deve apresentar as características do cachorro adulto, não apenas no que se refere à estrutura física, como também em relação ao temperamento.
A pigmentação do filhote é outro fator fundamental: é comum que a tonalidade dos cães vá ficando mais clara com o tempo, todavia, de qualquer maneira, a pelagem deve ser uniforme, sem manchas.
Outro cuidado crucial na aquisição dos filhotinhos refere-se ao tamanho que o cachorro vai ficar quando adulto. A fim de evitar desilusões, é sempre conveniente que antes de se possuir um filhote se faça uma visita aos pais da ninhada. Geralmente, o tamanho dos pais é um ótimo parâmetro para o dos filhotinhos.

O Pet Poodle
Avalie esta postagem

Leave a Reply