Viver cansado é uma doença?

Viver cansado é uma doença. Saiba mais sobre a fadiga crônica. 


Imagine se seus músculos continuassem 
mandando para seu cérebro mensagens de prática de atividades, fazendo você se sentir exausto, mesmo quando você está descansando. Isso é o que acontece com para aqueles que lutam contra a síndrome da fadiga crônica. 

A Síndrome de Fadiga Crônica faz com que você se sinta tão cansado a ponto de conseguir completar atividades diárias normais. Embora a síndrome da fadiga crônica não tenha uma causa conhecida e seja difícil de diagnosticar, seus principais sintomas podem ser tratados. 


Em 
alguns casos, a síndrome de fadiga crônica se desenvolve após uma doença semelhante à da gripe, como a mononucleose ou após um período de estresse incomum. Mas também pode ocorrer sem aviso prévio, mesmo que você não esteja doente. 
 
A fadiga pode vir sobre você gradualmente ou de repente. Como a fadiga pode ser vaga e pode ser causada por muitas coisas, você pode não prestar atenção ao problema por várias semanas ou meses. É difícil dizer o que é normal com nessa síndrome. Isso porque o diagnóstico, muitas vezes, não fica claro por algum tempo 

 

Pesquisadores sugerem, em um novo relatório, que eles agora sabem o motivo do problema. Segundo estudos, essa desordem pode fazer com que o corpo amplifique os sinais de fadiga associados à atividade física,  e é por isso que alguns pacientes se sentiram extremamente cansados apenas caminhando por uma sala. 


As pessoas com fadiga crônica estão 
basicamente sentindo sentindo seus músculos, como se eles esivessem trabalhando quando estão gastando energia , mesmo enquanto não estão fazendo nada. Essa não é uma condição normal já que, de um modo geral, uma pessoa em repouso, não sente os prórprios músculos  

Em estudo envolvendo 58 pessoas com síndrome da fadiga crônica, que também é conhecida como doença de intolerância ao esforço sistêmico (SEID) pesquisadores injetaram nos músculos das costas e das nádegas dos participantes uma solução da lidocaína analgésica ou uma solução salina. 


Os cientistas 
descobriram que a solução de lidocaína ajudou a aliviar os sintomas de cansaço dos pacientes. As pessoas que receberam essas injeções relataram uma queda de 38% em seus níveis de fadiga. 


Os pesquisadores notaram que os 
resultados sugerem que os músculos e outros tecidos periféricos estão envolvidos na fadiga crônica. Eles concluíram que as injeções de lidocaína ajudaram a bloquear a sinalização anormal dos metabolitos musculares. 


É preciso investigar mais
, mas os autores do estudo acreditam que suas descobertas podem levar a novas opções de tratamento para os 2,5 milhões de pacientes diagnosticados com síndrome de fadiga crônica só nos Estado Unidos, bem como pessoas com outras condições associadas à exaustão extrema, como lúpus, câncer e depressão. 

Deixe uma resposta